ORTODONTIA

A Ortodontia, como especialidade da Medicina Dentária, visa o diagnóstico, prevenção e tratamento de irregularidades dentárias e faciais. O correcto alinhamento dentário permite uma maior estabilidade e distribuição das forças mastigatórias, diminuindo o trauma e aumentando a longevidade das estruturas circundantes, nomeadamente os músculos faciais e a articulação temporo-mandibular (ATM).

Para saber se precisa de aparelho e qual o mais indicado para o seu caso, deverá realizar um estudo ortodôntico. Este é feito em duas etapas distintas. Numa primeira consulta realiza-se registos clínicos (exame clínico, modelos de estudo em gesso e fotografias) e exames radiológicos (telerradiografia e ortopantomografia). Num segundo momento ser-lhe-á apresentado o diagnóstico, plano de tratamento e respectivo orçamento.
Respeitar e potenciar a sua individualidade com soluções únicas e globais é a preocupação da equipa clínica.

Com o objectivo de proporcionar a melhor solução para a sua situação clínica, a CLínica Médico Dentária do Campo das Hortas disponibiliza-lhe os mais avançados tipos de tratamentos ortodônticos e ortopédicos, inclusive aparelhos fixos invisíveis – linguais, colocados na face interna dos dentes.

Um aparelho ortodôntico fixo é constituído por brackets (pequenas peças coladas aos dentes), nos quais encaixa um fio ou arco metálico, responsável pela aplicação de uma força sobre cada dente.
A aplicação de forças leves desencadeia um processo de diferenciação celular ao nível das estruturas ósseas que circundam o dente, conduzindo desta forma a uma movimentação dentária controlada e ao alinhamento correto dos dentes.
Os diferentes aparelhos fixos diferem entre si no desenho e imagem de cada bracket e nas distintas características mecânicas que podem apresentar. São exemplos destes aparelhos:
Aparelhos Fixos Metálicos ou Cerâmicos - Os aparelhos fixos utilizam brackets metálicos ou cerâmicos. Como forma de fixação do arco aos brackets, utilizam um sistema de ligaduras ou elásticos.
Aparelhos Fixos com Sistema Auto Ligado Passivo - Os aparelhos fixos de Sistema Auto Ligado Passivo / Passive Self-Ligating Brackets utilizam uma tecnologia de vanguarda da Ortodontia atual em que os brackets dispensam a utilização de elásticos ou ligaduras em aço para a fixação do arco metálico.
Aparelhos Fixos Invisíveis (Técnica Lingual) - Para ultrapassar o problema do impacto estético de um aparelho ortodôntico fixo poderá optar por um aparelho fixo lingual. O aparelho fixo lingual é o único aparelho fixo virtualmente invisível, uma vez que é colado na face interna de cada dente (face lingual), permitindo que o tratamento seja praticamente imperceptível. A técnica lingual permite-lhe um tratamento ortodôntico com resultados idênticos às demais técnicas fixas (brackets colados na face externa dos dentes), mantendo uma aparência e um sorriso inalterados no decorrer do tratamento.
O Sistema Incógnito® é uma das técnicas que utiliza a Ortodontia Lingual. Os brackets são fabricados em ligas de ouro, livres de níquel para evitar reacções alérgicas. Garante-se, desta forma, o conforto do paciente e a máxima eficácia do tratamento.

Esta técnica está indicada em qualquer idade e na maioria das más oclusões esqueléticas e dentárias. O facto de os brackets não serem visíveis leva a que seja, actualmente, a técnica de eleição quando a estética e manutenção da imagem são uma prioridade. Mais vantagens poderão advir da utilização de brackets linguais, nomeadamente o menor índice de manchas de desmineralização nas faces visíveis dos dentes, provocadas pela acumulação de placa junto aos brackets em pacientes com má higiene oral. A técnica lingual está também indicada para praticantes de desportos, visto existir uma maior proteção dos brackets por estarem colados na face interna dos dentes. Tem também indicação para pessoas que falam frequentemente em público. A sofisticação do fabrico dos brackets do Sistema Incógnito® garante uma rápida adaptação ao aparelho, tornando possível uma dicção inalterada durante o tratamento.

O tratamento ortodôntico fixo inicia-se com a colocação do aparelho. A colagem dos brackets e colocação do arco metálico é feita em duas consultas separadas, uma para cada maxilar. Os brackets são colados aos dentes utilizando um material que assegura a sua fixação sem danificar o esmalte. Após a colocação do aparelho seguem-se consultas de ativação, em média de 5 em 5 semanas, por um período variável em função do paciente e da técnica utilizada. Durante o tratamento são em geral utilizados dispositivos acessórios, fixos ou removíveis, como é o caso dos elásticos intermaxilares que o paciente coloca e retira. Quando terminado o tratamento ortodôntico os brackets são descolados e os dentes polidos de forma a remover os resíduos de cola. Nesse mesmo dia é colocado o aparelho de contenção. Esta é uma etapa comum a todos os tratamentos ortodônticos, qualquer que seja a técnica utilizada, para pacientes adultos ou em fase de crescimento.
Este aparelho tem como objetivo de estabilizar os resultados obtidos no final do tratamento. A duração desta fase varia de paciente para paciente, dependendo da gravidade da má-oclusão inicial, da idade e ainda dos resultados atingidos no final do tratamento. Existem aparelhos de contenção fixos e removíveis. As consultas de controlo destes aparelhos são em média de 6 em 6 meses nos primeiros 2 anos após retirar o aparelho fixo, passando a anuais nos anos seguintes.



© 2016 by andit business and consulting